sábado, 22 de março de 2008

Sem rumo.



Sempre andamos perdidos, sem rumo, nas alturas que antecedem as grandes escolhas. Vamos vendo novos e diferentes caminhos. Mas apenas isto. Quanto mais tempo demoramos a escolher, mais tempo estamos sem rumo. É sempre assim.

1 comentário:

curse of millhaven disse...

isso é tão verdade. tenho-o sentido na pele.


obrigada pela visita :)