sábado, 28 de abril de 2007

Um dia aprendes...

Nao tenho tido muito tempo para escrever coisas por aqui...o trabalho aperta, a minha casa voou, nao ha energia e muitas vezes nem agua, e agora so me faltava esta... o teclado chines nao escreve acentos...
AQUI FICA ALGO COM ME IDENTIFICO:
Depois de algum tempo aprendes a diferenca, a subtil diferenca, entre dar a mao e acorrentar uma alma. E aprendes que amar nao significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa seguranca. E comecas a aprender que beijos nao sao contratos e presentes nao sao promessas. E comecas a aceitar as tuas derrotas com a cabeca erguida e os olhos adiante, com a graca de uma crianca e nao com a tristeza de um adulto. E aprendes a construir todas as tuas estradas no hoje, porque o terreno do amanha e incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair ao meio em vao. Depois de um tempo aprendes que o sol queima se ficar exposto por muito tempo. E aprendes que nao importa o quanto te importes, algumas pessoas simplesmente nao se importam...E aceitas que nao importa quao boa e uma pessoa, ela vai magoar-te de vez em quando e tu tens de perdoa-la por isso. Aprendes que falar pode aliviar dores emocionais. Descobres que se leva anos para se construir confianca e apenas segundos para destrui-la e que tu podes fazer coisas num instante, das quais te arrependeras para o resto da tua vida. Aprendes que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo em longas distancias. E que o que importa nao e o que tens na vida, mas o que es na vida. E que bons amigos sao a familia que nos permitiram escolher. Aprendes que nao temos de mudar de amigos se compreendermos que os amigos mudam. Percebes que o teu amigo e tu podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobres que as pessoas com quem mais te importas na vida sao tomadas de ti muito depressa, por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas, pode ser a ultima vez que as vemos. Aprendes que as circunstancias e os ambientes tem influencia sobre nos, mas nos somos responsaveis por nos proprios. Comecas a aprender que nao te deves comparar com os outros, mas com o melhor que tu mesmo podes ser. Descobres que demoras muito tempo a tornares-te na pessoa que queres e que o tempo e curto. Aprendes que nao importa onde ja chegaste, mas onde vais. Aprendes que so tu controlas os teus actos, ou eles te controlarao, e que ser flexivel nao significa ser fraco ou nao ter personalidade, pois nao importa quao delicada e fragil seja uma situacao, sempre existem dois lados. Aprendes que herois sao aqueles que fizeram o que era necessario fazer, enfrentando as consequencias. Aprendes que paciencia requer muita pratica. Descobres que algumas vezes a pessoa que espera que te calque, quando cais e uma das poucas que te ajuda a levantar. Aprendes que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiencia que tiveste e com o que aprendeste com elas, do que com quantos aniversarios celebraste. Aprendes que ha mais dos teus pais em ti do que supunhas. Aprendes que nunca se deve dizer a uma crianca que sonhos sao tolices, poucas coisas sao tao humilhantes e seria uma tragedia se ela acreditasse nisso. Aprendes que quando estas com raiva tens o direito de estar com raiva, mas isso nao te da o direito de seres cruel. Descobres que so porque alguem nao te ama da maneira que queres que te ame, nao significa que esse alguem nao te ame, pois existem pessoas que nos amam, mas nao sabem como o demonstrar. Aprendes que nem sempre e suficiente ser perdoado por alguem, algumas vezes tens de aprender a perdoar-te a ti mesmo. Aprendes que, com a mesma severidade com que julgas, seras em algum momento condenado. Aprendes que nao importa em quantos pedacos o teu coracao foi partido, o mundo nao para para que o concertes. Aprendes que o tempo nao e algo que possa voltar para tras. Portanto, planta o teu jardim e decora a tua alma, ao inves de esperar que alguem te traga flores. E aprendes que realmente podes suportar... que realmente es forte, e que podes ir muito mais longe depois de pensares que nao podes mais. E que realmente a vida tem valor e que tu tens valor diante da vida! As nossas duvidas sao traidoras e fazem-nos perder o bem que poderiamos conquistar, se nao fosse o medo de tentar.

William shakespeare

2 comentários:

mux disse...

dizia o outro que deus so testa os fortes. calhando sao eles mesmos que se poem à prova

Anónimo disse...

lamento imenso informar, mas nao foi shakespeare que escreveu esse texto... Houve uma poetisa inglesa chamada veronica shoffstal que em 1971 escreveu o seguinte poema:
After a while you learn
the subtle difference between
holding a hand and chaining a soul
and you learn
that love doesn't mean leaning
and company doesn't always mean security.
And you begin to learn
that kisses aren't contracts
and presents aren't promises
and you begin to accept your defeats
with your head up and your eyes ahead
with the grace of woman, not the grief of a child
and you learn
to build all your roads on today
because tomorrow's ground is
too uncertain for plans
and futures have a way of falling down
in mid-flight.
After a while you learn
that even sunshine burns
if you get too much
so you plant your own garden
and decorate your own soul
instead of waiting for someone
to bring you flowers.
And you learn that you really can endure
you really are strong
you really do have worth
and you learn
and you learn
with every goodbye, you learn...
-- Veronica Shoffstall, "Comes the Dawn"

Como vêem não só o autor foi trocado, como o texto foi adulterado... Shakespeare foi um dramaturgo, não um poeta sobre reflexão pessoal... um pouco de cultura na internet já vinha a calhar. De qualquer maneira, sim o texto é mesmo muito profundo e ajuda-me imenso a olhar para a minha vida e melhorá-la.